ESPECTÁCULO   FOTOGRAFIAS    VIDEO  


Limbo

Este nosso objecto é coisa frágil do mundo dos sonhos. Dormir, dormir, por ventura morrer a cada vez, deixar lacunas pelo caminho, interromper a narrativa, correr às voltas, correr no mesmo sítio. Dormir e ter medo de nunca mais acordar.

Agir, agir talvez seja melhor, para assustar o papão, contar histórias, olhar olhos nos olhos, voltar à poesia, ao teatro, ao número de circo, à canção de embalar.

Seis fantasmas de salão revelam uma pequena série de retratos da violência. Traumas. Mas em forma de pequenos contos, sombras que passam, amostras de identidade.

O Limbo poderia ser um segundo acto de As Ondas (2013) - o grupo de actores podia ser de novo o mesmo grupo de amigos: o Bernard, a Jinny, o Louis, o Neville, a Rhoda e a Susan. Pode ser que seja na verdade um espectáculo outra vez sobre a amizade (se a amizade quiser dizer cumplicidade, respeito pelo que nos diferencia), sobre envelhecer depressa, sobre o combate da humanidade com a Natureza, sobre o lusco-fusco também - o pássaro que canta não sabemos já se porque o dia acaba ou porque está a começar.

"Havemos de continuar", diz Sónia ao seu Tio Vânia ou, como canta Chico Buarque, "Apesar de você/ amanhã há-de ser outro dia". Mesmo que continuemos "a escrever para o vazio", continuaremos a "escrever" sem parar.


Sara Carinhas


Encenação: Sara Carinhas

Apoio à dramaturgia: Cristina Carvalhal

Interpretação: António Bollaño, Carolina Amaral, Filomena Cautela, Marco Nanetti, Náná Yracema, Pierre Ensergueix

Consultoria Artística: Ana Vaz

Desenho de luz: Cristina Piedade

Desenho de som: Madalena Palmeirim

Assistente de direcção: Carolina Passos Sousa e Pedro Rei

Fotografia: Sara Pinto Soares

Teaser: Patrícia Sequeira - Santa Rita Filmes

Registo Vídeo: Afonso Pimentel

Produtor Executivo: Pedro Rei

Apoios: Centro Cultural Vila Flor/Centro de Criação de Candoso; Centro Nacional de Cultura; Companhia Olga Roriz; Oneyourfirtstop.com; Polo Cultural Gaivotas - Boavista/CML; RTP - Rádio Televisão Portuguesa; Santa Rita Filmes.

Co-produção: Causas Comuns, Teatro Municipal do Porto-Rivoli e São Luiz Teatro Municipal




Voz do Operário - São Luiz fora de portas

 
Lisboa: 15 a 22 JANEIRO de 2018

Porto: 22 e 23 NOVEMBRO 2019





This object of ours is a fragile thing from a dream world. To sleep, to sleep, perchance to die every time, leaving gaps along the way, interrupting the narrative, to run around, to run in the same place. To sleep and to be afraid never to wake up again.

To act, acting might be better, to scare the bogeyman, to tell stories, to look in the eyes, return to poetry, to theater, to circus' numbers, to lullabys.

Six saloon ghosts reveal a small series of portraits of violence. Trauma. But in the form of small tales, passing shadows, identity samples.

Limbo could be a second act of The Waves (2013) - the group of actors could be again the same group of friends: Bernard, Jinny, Louis, Neville, Rhoda and Susan. It may actually be a show again about friendship (if friendship is about complicity, respect for what differentiates us), about aging quickly, about the fight of humanity with Nature, about the dim light also - the bird that sings because the day is over or is it because the day began?

"We have to go on living" says Sonia to his uncle Vânia or, as Chico Buarque sings, "Despite of you/ tomorrow shall be another day." Even if we continue "writing into the void," we will continue to "write" without stopping.


Sara Carinhas


Stage Direction: Sara Carinhas

Dramaturgy support: Cristina Carvalhal

Performers: António Bollaño, Carolina Amaral, Filomena Cautela, Marco Nanetti, Náná Yracema, Pierre Ensergueix

Artistic Consultor: Ana Vaz

Light Design: Cristina Piedade

Sound Design: Madalena Palmeirim

Direction Assistance: Carolina Passos Sousa e Pedro Rei

Photography: Sara Pinto Soares

Teaser: Patrícia Sequeira - Santa Rita Filmes

Vídeo: Afonso Pimentel

Executive Production: Pedro Rei

Sponsors: Centro Cultural Vila Flor/Centro de Criação de Candoso; Centro Nacional de Cultura; Companhia Olga Roriz; Oneyourfirtstop.com; Polo Cultural Gaivotas - Boavista/CML; RTP - Rádio Televisão Portuguesa; Santa Rita Filmes.

Co-production: Causas Comuns, Teatro Municipal do Porto-Rivoli e São Luiz Teatro Municipal